(11) 96614-3006 (11) 5573-8735 sbd-resp@sbd-sp.org.br

Efeitos hormonais e ambientais dos protetores solares

Atualmente, diversas notícias têm sido veiculadas sobre os componentes dos protetores solares e seus efeitos sobre a saúde dos seres humanos e equilíbrio da natureza. Porém, antes de falarmos sobre os efeitos dos filtros solares, nós precisamos compreender os tipos existentes, suas qualidades e limitações.

Tipos

Temos duas grandes classes de filtros hoje em dia:

  • Físicos ou inorgânicos: eles atuam como uma barreira refletora da radiação solar. Tais produtos não são absorvidos pela pele, são seguros, eficazes e recomendados para os bebês. Os disponíveis no mercado são o óxido de zinco e o dióxido de titânio.
  • Filtros químicos ou orgânicos: são produtos compostos por moléculas capazes de converter a radiação solar em calor, através de uma reação química. Porém, cada molécula é capaz de absorver um determinado espectro da radiação e, portanto, várias delas juntas são necessárias para aumentar a capacidade de proteção do filtro. As mais comumente encontradas são a avobenzona, a oxibenzona e o octinoxate.

Controvérsias

A oxibenzona e o octinoxate são ativos que têm sido implicados como causa de alterações hormonais em humanos e animais (peixes e ratos). Entretanto, estudos maiores, que estão sendo conduzidos para avaliar as supostas alterações hormonais causadas por essas moléculas, não mostraram mudanças com significância biológica.

Esse alerta surgiu, todavia, a partir de um estudo que avaliou o uso intenso de protetores solares químicos. Posteriormente, as moléculas foram achadas no sangue e no leite materno. Há de se pontuar que a quantidade utilizada na análise foi muito maior do que o uso habitual, e com uma frequência de aplicação também muito superior ao recomendado.

Até o momento não há estudos conclusivos que mostram aumento de risco de qualquer tipo de câncer ou alterações hormonais causadas pelo uso de filtro solar químico.

Branqueamento de corais

Os filtros químicos também foram implicados no branqueamento dos corais marinhos, devido a alterações em algas e no microambiente. Entretanto, outros estudos têm apontado que o aquecimento das águas dos oceanos também pode contribuir para o branqueamento dos corais, assim como poluentes e redução da salinidade das águas.

Em locais em que os filtros orgânicos foram proibidos, uma excelente opção é o uso de filtros inorgânicos puros, além de outras medidas de prevenção, como evitar exposição nos horários de maior incidência de radiação, uso de roupas com proteção solar, chapéus com abas largas e óculos escuros.

Essencial

O câncer de pele é o câncer mais comum e, infelizmente, vem aumentando ao longo do tempo. A proteção solar, quer seja pelo uso de filtros físicos, químicos e combinados a outras técnicas de proteção não só é necessária como deve ser encorajada por todos para que novas lesões de câncer de pele sejam evitadas.

 

O artigo foi desenvolvido com o auxílio técnico de Ana Maria Bertelli Antonio Gallotti, dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia com área de atuação em oncologia cutânea e cirurgia dermatológica

Bibliografia:

  • Siller A, Blaszak SC, Lazar M, Olasz Harken E. Update About the Effects of the Sunscreen Ingredients Oxybenzone and Octinoxate on Humans and the Environment. Plast Surg Nurs. 2019 Oct/Dec;39(4):157-160. doi: 10.1097/PSN.0000000000000288. PMID: 31790045.
  • Schneider SL, Lim HW. Review of environmental effects of oxybenzone and other sunscreen active ingredients. J Am Acad Dermatol. 2019 Jan;80(1):266-271. doi: 10.1016/j.jaad.2018.06.033. Epub 2018 Nov 14. PMID: 29981751.
  • Narla S, Lim HW. Sunscreen: FDA regulation, and environmental and health impact. Photochem Photobiol Sci. 2020 Jan 22;19(1):66-70. doi: 10.1039/c9pp00366e. PMID: 31845952.

 

Patrocinadores

Platina

Diamante

Ouro

Prata

Bronze

SOBRE A SBD-SP

A Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional São Paulo é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 1970 para fomentar a pesquisa, o ensino e o aprimoramento científico da dermatologia como especialidade médica. Reúne, atualmente, mais de 2500 associados.

CONTATOS

Endereço: Rua Machado Bittencourt,
361 / cjs 1307 a 1312
Vl. Clementino – São Paulo-SP
CEP: 04044-001
E-mail: sbd-resp@sbd-sp.org.br
Atendimentos feitos por home office
Tel/Fax: (11) 96614-3006 / (11) 99270-9568

SIGA-NOS