(11) 5573-8735 / 5573-5528 / 5083-3491 sbd-resp@sbd-sp.org.br

Congresso Brasileiro de Dermatologia atrai 4000 médicos

Logo_congresso_brasileiro_2015Realizado entre os dias 5 e 8 de setembro, o 70º Congresso Brasileiro de Dermatologia foi um sucesso: 36 atividades científicas, 187 palestrantes e 283 coordenadores, incluindo especialistas de outros países. O evento, realizado no Transamérica Expo Center, em São Paulo, contou com aproximadamente 4 mil inscritos, número maior que o do congresso do ano passado, que reuniu cerca de 3.500 participantes.

No sábado (5), a solenidade oficial de abertura contou com a presença do ator, diretor e radialista Dan Stulbach. Ao seu lado, Vitor Reis, presidente do Congresso,  e Jayme de Oliveira Filho, vice-presidente da SBD e coordenador da Comissão Científica do Dermato São Paulo 2015. 

Reciclagem em Dermatologia, Laser (Fundamentos/Avançado), Dermatologia e Medicina Interna, Dermatologia Pediátrica, Dermatoscopia e Microscopia Confocal: Fundamentos, Oncologia Cutânea, Dermatopatologia e Novos Métodos de Diagnóstico foram alguns dos temas abordados nesse dia.

O segundo dia, domingo (6), também foi intenso. Uma das aulas que mais chamou a atenção dos presentes foi Complicações Dermatológicas de Procedimentos Estéticos com a coordenação da Dra. Rossana de Vasconcelos e do Dr. Emmanuel Rodrigues de França.

Dra. Rossana explicou como prevenir e quais os tratamentos mais indicados em complicações decorrentes de procedimentos estéticos realizados em consultório. Entre as complicações dos preenchimentos cutâneos, enfocou o desenvolvimento de granulomas, nódulos e o risco de oclusões vasculares e necrose.  No caso de aplicação de toxina botulínica, ptose palpebral e assimetria são os problemas mais comuns. “Muitas vezes, isso ocorre porque o médico acaba cedendo aos desejos do paciente, que chega ao consultório decidido por determinado procedimento. O paciente não informa adequadamente ao médico sobre sua história, o que pode comprometer o resultado do procedimento”, diz a médica.

Para ela, antes de tudo, é preciso fazer um diagnóstico correto. Além disso, os profissionais também devem ficar atentos aos equipamentos e instrumentos que utilizam, pois alguns têm vida útil mais curta, caso das ponteiras de alguns equipamentos, que precisam ser trocadas depois de certo tempo de uso.

Outro destaque do domingo foi a palestra  Dermatoviroses – Terapias Atuais com participação do Dr. Walter Belda Júnior e do Dr. John Verrinder Veasey. Nela, Dr. Belda falou sobre o tratamento de herpes genital e afirmou que o uso de Aciclovir ainda é uma boa escolha. Para o tratamento do condiloma acuminado, Veasey costuma indicar podofilina, medicamento derivado de plantas usadas pelos índios antes mesmo da chegada dos portugueses ao Brasil. Em formulações que utilizam vaselina sólida como veículo, a podofilina, além da ação sobre as lesões, também tem efeito sobre lesões subclínicas.  O médico falou também sobre o Veregen, novo medicamento que está sendo usado nos Estados Unidos. O problema é o custo, que ainda é alto, já que cada tubo da pomada custa cerca de US$ 1mil. Os temas levantaram várias questões da plateia.

Finalizando o segundo dia, o divertido Derma Quiz Show contou com a participação de chefes de alguns Serviços Credenciados e de residentes.  Comandado pelos médicos Mariana Modesto e Emerson de Andrade, 24 congressistas formaram três grupos  que respondiam perguntas sobre Dermatologia e conhecimentos gerais. A plateia também interagiu, respondendo as questões que os grupos erravam.

Salas lotadas e temas diversos

Na segunda feira (7), terceiro dia do congresso, o ritmo não foi diferente. Uma das palestras que mais chamou a atenção foi Caminhos e Desafios para a Implementação da Teledermatologia, que fazia parte do simpósio Teledermatologia, Onde Estamos, para Onde Vamos.  A palestra foi apresentada por Hélio Miot, professor-adjunto do campus de Botucatu da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que enfatizou os desafios e os rumos da Teledermatologia no país. Miot enfatizou a importância do papel da SBD em promover e estimular o uso da “Medicina à distância”,  sugerindo, inclusive, projetos para cidades brasileiras que ficam longe dos grandes centros e são menos favorecidas economicamente.

A dermatologista Adriana Leite coordenou a sessão Dermocosméticos Orgânicos e Veganos: O Que São. Segundo a médica, hoje em dia, há mais interesse pelos chamados cosméticos éticos, que têm rótulos esclarecedores e princípios ativos com garantia de procedência. Ela lembrou também que os pacientes têm dado preferência a produtos com embalagens eco-friendly.

Para fechar a segunda-feira, a festa de confraternização no Citibank Hall, que contou com a participação da banda mineira Jota Quest, animou os presentes.

Na terça (8), último dia, mais palestras interessantes: Controvérsias em Terapêutica Dermatológica, Emergências Clínicas e Cirúrgicas em Dermatologia, Doenças do Colágeno, Oncoviroses, Mídias Sociais e Dermatologia: Twitter, Facebook, Instagram e Outros, Obsessão e Perfeição – Dismorfia e O Futuro da Dermatologia: O que Vem Por Aí e Como se Preparar, entre outras.

Foram quatro dias de intensa programação científica, salas lotadas e grande número de inscritos. Sem falar dos comentários dos participantes, que elogiaram não só o conteúdo, mas também a organização do evento. Agora, é esperar pelo 71º congresso, que será realizado em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, de 7 a 10 de setembro de 2016.

GALERIA DE FOTOS

ABERTURA DO CONGRESSO
70º  Congresso de Dermato2015 2 70º  Congresso de Dermato2015 70º  Congresso de Dermato2015 15 70º  Congresso de Dermato2015 14 70º  Congresso de Dermato2015 13 70º  Congresso de Dermato2015 12 70º  Congresso de Dermato2015 11 70º  Congresso de Dermato2015 10 70º  Congresso de Dermato2015 9 70º  Congresso de Dermato2015 8 70º  Congresso de Dermato2015 7 70º  Congresso de Dermato2015 6 70º  Congresso de Dermato2015 5 70º  Congresso de Dermato2015 4 70º  Congresso de Dermato2015 3

SOBRE A SBD-SP

A Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional São Paulo é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 1970 para fomentar a pesquisa, o ensino e o aprimoramento científico da dermatologia como especialidade médica. Reúne, atualmente, mais de 2500 associados.

CONTATOS

Endereço: Rua Machado Bittencourt,
361 / cjs 1307 a 1312
Vl. Clementino – São Paulo-SP
CEP: 04044-001
E-mail: sbd-resp@sbd-sp.org.br
Tel/Fax: (11) 5573-8735, 5573-5528, 5083-3491

SEJA UM ASSOCIADO