(11) 5573-8735 / 5573-5528 / 5083-3491 sbd-resp@sbd-sp.org.br

Bactérias cutâneas podem ser úteis na prevenção do câncer da pele

Cientistas da Escola de Medicina da Universidade da Califórnia (EUA) encontraram uma cepa de bactérias que pode proteger contra câncer de pele. A S. epidermidis, comum na pele humana saudável, exerceria uma habilidade seletiva de inibir o crescimento de alguns tipos de tumores. Isso porque, essa variedade de micro-organismos produz uma substância química capaz de matar diversos tipos de células cancerosas, não parecendo ser tóxica para as células normais.

No Brasil, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, cerca de 9% da nossa população é acometida por algum tipo de pré-câncer ou câncer de pele. A causa mais importante para o desenvolvimento da doença é a exposição aos raios ultravioleta emitidos pelo sol.

Durante a pesquisa, o câncer de pele foi induzido com a ajuda de raios UV em camundongos com S. epidermidis. E os cientistas descobriram que essa cepa produz 6-N-hidroxiaminopurina (6-HAP), que é uma molécula inibidora da síntese de DNA. Ao fazê-lo, o 6-HAP tem o potencial de impedir que as células tumorais transformadas se espalhem.

Após isso, foram comparados o efeito de raios UV cancerígenos em dois grupos de camundongos, incluindo roedores em que o S. epidermidis produziu 6-HAP é produzido e para determinar se uma redução nesse produto químico realmente elevaria o risco de câncer de pele em seres humanos ou se o efeito é apenas preventivo.

Fonte: UOL

SOBRE A SBD-SP

A Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional São Paulo é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 1970 para fomentar a pesquisa, o ensino e o aprimoramento científico da dermatologia como especialidade médica. Reúne, atualmente, mais de 2500 associados.

CONTATOS

Endereço: Rua Machado Bittencourt,
361 / cjs 1307 a 1312
Vl. Clementino – São Paulo-SP
CEP: 04044-001
E-mail: sbd-resp@sbd-sp.org.br
Tel/Fax: (11) 5573-8735, 5573-5528, 5083-3491

SEJA UM ASSOCIADO