destaque_Formacao_SBDRESP

Dermatologia é a especialidade médica que se concentra no diagnóstico e no tratamento de doenças e lesões do maior órgão humano, a pele, e também de seus anexos, como pelos, mucosas, cabelos e unhas. São conhecidas mais de 3.000 doenças dermatológicas que afetam a pele de crianças, adultos e idosos.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) é a única sociedade médica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Médica Brasileira (AMB), sendo, portanto, a representante oficial dos dermatologistas no país.

O dermatologista é o médico especialista que atua no diagnóstico, na prevenção e no tratamento de doenças da pele, além de orientar sobre cuidados gerais, solucionar problemas estéticos e trabalhar na manutenção da saúde e da beleza da pele. Algumas doenças que os dermatologistas tratam: acne (espinhas), alergias, vitiligo, psoríase, queda de cabelos, hanseníase e câncer da pele.

Como já citado, o médico dermatologista também é habilitado para tratar doenças nas mucosas, como afecções na boca, lábios, gengiva e língua. Além disso, também trata algumas lesões genitais presentes em doenças sexualmente transmissíveis (DST), como HPV, herpes e manifestações em pacientes que vivem com HIV/Aids .

O que o médico precisa para se tornar especialista em Dermatologia

Por se tratar de uma área muito ampla, já que desde a Idade Média foram identificadas milhares de doenças da pele, o médico dermatologista tem uma formação multidisciplinar consistente. Faz parte de sua especialização estudar anatomia (principalmente pele e anexos cutâneos), fisiologia (as múltiplas funções mecânicas, físicas e bioquímicas nos seres vivos), patologia cutânea (doenças da pele), oncologia básica, biologia, microbiologia, imunologia, alergologia básica e infectologia, entre outras disciplinas.

Primeiro, é preciso graduar-se em Medicina, curso que compreende seis anos de estudo em período integral. Para se tornarem especialistas, os profissionais fazem um curso de especialização ou de residência médica. No caso da Dermatologia, esse curso dura de três a quatro anos, em período integral.

Nessa etapa, os médicos atendem pacientes e aprendem sobre todo tipo de doença da pele. Familiarizam-se com tratamentos clínicos, cosmiátricos (desenvolvem novos cosméticos e estudam seus efeitos sobre a pele), oncológicos (câncer da pele), cirúrgicos e laser, entre outros.

Apenas na residência, são quase nove mil horas de estudo para que o médico se torne apto a tratar e a diagnosticar as diversas doenças e problemas da pele e de seus anexos.

Ao final desse período, o médico necessita registrar-se no Conselho Federal de Medicina como especialista em Dermatologia para oficialmente ser considerado especialista.

Existem duas formas de obter a especialização:

1 – Ter concluído um curso de residência em Dermatologia reconhecido pela SBD e Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM);

2 – Ter concluído especialização em Dermatologia reconhecida pela SBD e ser aprovado em concurso de prova de título e habilidades das sociedades de especialidades filiadas à Associação Médica Brasileira (AMB). No caso da Dermatologia, a prova de Título de Especialista em Dermatologia da SBD.

Todos os aprovados e os que concluíram a residência devem registrar os certificados nos Conselhos de Medicina de seus estados para obter o chamado Registro de Qualificação de Especialista (RQE). Somente com esse registro o médico poderá ser considerado especialista, seja em Dermatologia ou em qualquer outra área da Medicina.